O que fazem

A principal função do engenheiro é desenvolver soluções tecnológicas para necessidades sociais, industriais ou econômicas. Para isso, ele deve identificar e compreender os obstáculos mais importantes.

Os obstáculos são muitos: recursos disponíveis, limitações físicas ou técnicas, flexibilidade para futuras modificações e outros fatores como custo, realização, prestações e considerações estéticas e comerciais. Mediante a compreensão desses obstáculos, os engenheiros elaboram as melhores soluções.

Para isso, eles usam o conhecimento das ciências e a experiência apropriada, criando modelos matemáticos aplicáveis aos problemas, permitindo sua análise rigorosa. Se existem muitas soluções viáveis, eles avaliam as diferentes opções de desenho baseando-se em suas qualidades e escolhendo a que melhor se adapte.

Responsabilidade nos procedimentos e escolhas

É fundamental que os engenheiros tentem provar a eficiência de seus desenhos antes de proceder à realização. Para isso, empregam, entre outras coisas, protótipos, maquetes, simulações, provas destrutivas e provas de força. As provas asseguram que os artefatosfuncionarão como previsto.

Quem não tem o dom do desenho, não precisa se desesperar. Para fazer desenhospadronizados e fáceis, os computadores são de grande ajuda. Usando os programas de assistência (Computer-Aided Design – CAD, por exemplo), os engenheiros podem obter mais informações e ferramentas. O computador pode traduzir automaticamente alguns modelos em instruções aptas para criar um desenho e ainda armazena criações anteriores.

Os engenheiros devem levar a sério suas responsabilidades profissionais. Desde a criação de desenhos, qualquer erro pode resultar em danos gravíssimos, que podem incluir a morte de pessoas. Geralmente, os engenheiros consideram uma margem de segurança, para reduzir o risco de falhas.

Ciência e tecnologia andam juntas e misturadas

É uma simplificação frequente afirmar que os cientistas trabalham com a ciência e os engenheiros com a tecnologia. Assim, a ciência tentaria explicar os fenômenos, criando modelos matemáticos que correspondem aos resultados experimentais enquanto a tecnologia e a engenharia consistiriam na aplicação do conhecimento obtido através da ciência, produzindo resultados práticos.

Essa visão é limitada porque ignora as interseções entre ambas. Não é raro encontrar cientistas envolvidos nas aplicações práticas de suas descobertas, assim como os engenheiros, durante o processo de desenvolvimento da tecnologia, investigam novos fenômenos e técnicas em estudos laboratoriais.

Dessa forma, sendo engenheiro, pode-se tanto desenvolver projetos quanto pesquisar. Ainda é possível envolver-se com questões artísticas, já que a estética é uma questão relevante em diversas atividades da engenharia. A forma deve ser desenvolvida aliada à função. Nesse caso, a conexão se dá com os campos da arquitetura e do desenho industrial.